Seminário discute avanços no enfrentamento à violência contra a mulher

Seminário discute avanços no enfrentamento à violência contra a mulher

A administração de Fernando de Noronha, através da Superintendência de Desenvolvimento Social, vai realizar na Ilha o primeiro Seminário de Formação da Rede de Enfrentamento da Violência de Gênero contra a Mulher. O evento é destinado à equipe da Coordenadoria da Mulher de Noronha, representantes da justiça, (Ministério Público, Tribunal de Justiça e Defensoria Pública), policiais civis e militares, profissionais da assistência social CRAS e CREAS, Conselho Tutelar e profissionais de saúde (agentes comunitários). O seminário vai acontecer entre os dias 14 e 17 de junho.

O objetivo é capacitar os técnicos que atuam na ilha para identificar e encaminhar mulheres em situação de violência doméstica e sexual para a rede de atendimento e proteção. Essa rede protege mulheres vítimas ou ameaçadas de violência de gênero. O primeiro dia de abertura do seminário vai contar com o lançamento do Programa Acolher e do Centro Especializado de Atendimento à Mulher CEAM – Marieta Borges.

“O Programa Acolher e o CEAM – Marieta Borges, demonstram o compromisso da Administração de Fernando de Noronha com a garantia e a promoção dos direitos das mulheres noronhenses. Por um lado, vamos acolher mulheres vítimas de violência doméstica, em locais seguros para elas e seus filhos. Por outro, vamos mostrar, junto com o Sistema de Justiça e instituições policiais da ilha, que Noronha é tolerância zero com violência contra a mulher”, disse o superintendente de Desenvolvimento Social, Vitor Bahia.

O CEAM – Marieta Borges, oferece às mulheres vítimas de violência de gênero, acolhimento e acompanhamento interdisciplinar (social, psicológico, jurídico de orientação e informação). O Programa Acolher fornece, de forma provisória, medidas emergenciais de proteção em locais seguros para mulheres vítimas de violência doméstica. Elas podem estar acompanhadas dos filhos menores de idade ou co-dependentes – que possuem alguma condição especial que faz com que dependam dos cuidados da mãe.

Durante o evento, a equipe da Superintendência vai fazer visitas à comunidade, às unidades de saúde e aos anexos da justiça (Ministério Público, Juizado Geral e Defensoria Pública). O seminário também vai contar com apresentações, ações na escola Arquipélago e formação com a polícia civil e militar.

De acordo com a coordenadora da Mulher de Noronha, Ana Carolina Marsicano, o seminário marca uma etapa importante na construção de políticas públicas para as mulheres de Fernando de Noronha, com a criação do Centro Especializado de Atendimento à Mulher e com o Programa Acolher.

“Através de visita das técnicas da Secretaria da Mulher do Estado, fortalecemos esse trabalho em rede, tanto no que diz respeito ao enfrentamento quanto à prevenção dos casos de violência de gênero. Um importante passo no trabalho que vem sendo desenvolvido nos últimos meses pela Coordenadoria da Mulher”, disse Ana Carolina.

Compartilhe esta postagem


pt Português
X