Noronha promove momentos de beleza e cuidados com a saúde no Dia Internacional da Mulher

Noronha promove momentos de beleza e cuidados com a saúde no Dia Internacional da Mulher

O Dia Internacional da Mulher foi comemorado em grande estilo em Fernando de Noronha. Reunidas no auditório da USF Dois Irmãos e no Canto Mãe Coruja, as mulheres da comunidade tiveram um dia de beleza e saúde.

A ação “Ninguém segura uma mulher segura” contou com serviços de design de sobrancelha, escova e corte de cabelo, maquiagem e pintura de unhas, bem como serviços de saúde, entre eles, auriculoterapia (acupuntura na orelha) para tratar enxaqueca e ansiedade, aferição de pressão, avaliação nutricional e exame citopatológico preventivo, responsável por rastrear o câncer do colo do útero.

De acordo com a assistente social, Isângela Patrícia, o objetivo do evento foi dar maior visibilidade às mulheres da ilha. “É um prazer enorme realizar e enaltecer esse dia 8 de março. A assitência social propriamente dita é composta, em sua maioria, por mulheres. É um momento superimportante que a gente precisa cada vez mais valorizar a mulher, principalmente as guerreiras da ilha”, afirmou.

Para a moradora Merela Monteiro, que também é aniversariante do dia e foi aproveitar os benefícios da ação, o evento foi muito importante para sua autoestima. “Eu aproveitei meu dia, pois hoje também é meu aniversário, e fiz tudo que eu tenho direito: maquiagem, cabelo, sobrancelha. Aproveitar para tirar uma foto bonita”, comemorou a moradora.

A administradora geral da ilha, Thallyta Figuerôa, visitou os espaços e também foi conhecer a moradora mais idosa do arquipélago, dona Cícera, conhecida por Ciça, que tem 102 anos de idade.

“Conhecer dona Cícera, com 102 anos de história, oxigenou e deu fôlego para continuar seguindo e saber que estamos no caminho certo. O dia 8 de março já é bastante simbólico e este ano está ainda mais especial, tendo a primeira mulher como governadora do estado de Pernambuco, e eu, a primeira mulher a administrar Fernando de Noronha. Diante desta situação, a gente vem com a missão de trazer e acolher as mulheres que aqui estão, que também são guerreiras. Tenho encontrado pessoas aqui com histórias fantásticas e a gente tem se unido para fazer o melhor para Noronha”, disse Thallyta Figuerôa.

Dona Cícera, que está prestes a completar 103 anos de idade, tem quatro filhos, netos e bisnetos. Para a moradora, foi muito especial receber a administradora em sua residência. “Foi bom ela vir aqui, pois eu a conheci pessoalmente. Me agradei, ela tomou um chazinho e achei bonitinho”, afirmou dona Ciça.

A ação “Ninguém segura uma mulher segura” foi um realização da Administração de Noronha, por meio da Superintendência de Desenvolvimento Social.

 

Texto: Bruna Woolley

Compartilhe esta postagem