Fernando de Noronha

Acontece em Noronha

04/10/2021 - Administração de Noronha explica o passo a passo para gerar o cartão digital de vacina

Desde o dia 1 de outubro, Fernando de Noronha entrou em nova fase de flexibilização no protocolo de entrada na ilha, por conta da Covid-19. Agora, visitantes que desembarcam no arquipélago precisam apresentar o comprovante digital de vacinação com duas doses, sendo a última com pelo menos 21 dias da aplicação, ou o comprovante digital com uma dose mais um dos exames exigidos.

Para emitir o comprovante digital, também conhecido como passaporte de vacinação, é preciso entrar no portal Conecte SUS, do Governo Federal (conectesus.saude.gov.br), ou nos aplicativos disponíveis em aparelhos com IOS ou Android, e fazer o passo a passo para acessar o sistema utilizando o CPF ou Cartão Nacional de Saúde do SUS, e também a senha cadastrada.

Após o acesso, a pessoa entra no campo “vacina”, e já estará lá a opção para gerar a carteira digital de vacinação com o QR Code, se as vacinas tiverem sido aplicadas. É só baixar o documento em PDF e imprimir. É importante deixar o documento arquivado também no celular ou computador, caso a pessoa precise imprimir o documento outras vezes.

Quem eventualmente perdeu a senha (ou não tem) para entrar no aplicativo ou no site, pode recuperá-la fazendo um passo a passo simples, colocando alguns dados pessoais. As opções para recuperar (ou criar) a senha são através do e-mail, no celular por SMS ou pelo banco, colocando a chave de segurança da instituição financeira. Depois disso, é enviado o código em uma dessas três opões escolhidas para recuperar a senha. A partir daí, é possível criar a nova senha.

A partir do momento em que as informações da aplicação da vacina são inseridas pelo posto de saúde no sistema de informação do Plano Nacional de Imunizações (PNI), j aparecem no dia seguinte no Conecte SUS para download. Se as informações sobre a vacinação não estiverem no Conecte SUS é preciso que a pessoa entre em contato com o posto de saúde onde foi vacinada para que seja verificado o motivo da informação não estar disponível no sistema. É importante levar o cartão físico, provando que tomou as doses do imunizante.

“O conselho que eu dou é não deixar para tirar o passaporte (a carteira de vacinação) no dia do embarque para a ilha, de última hora, por conta de possíveis instabilidades na internet e o alto acesso no portal do governo e no aplicativo. Então, é importante gerar, baixar e imprimir esse documento com antecedência, para no dia no embarque o turista ficar tranquilo”, disse Aline Medeiros, da Gestão do Sistema de Informação em Saúde do distrito.

O Conecte SUS mostra toda a trajetória de uso no Sistema Único de Saúde, como atendimentos médicos, consultas, internamentos, compra de medicamentos cadastrados na farmácia popular, entre outras informações, e também dá a acesso à carteira digital de vacinação. Muitos locais dentro e fora do país só permitem a entrada das pessoas com o passaporte, a exemplo de Noronha.

Pelo novo protocolo de entrada em Fernando de Noronha, quem só tomou uma dose da vacina deve apresentar a carteira digital e mais um dos seguintes exames: resultado negativo do teste molecular RT-PCR, realizado 48h antes do embarque ou menos; resultado reagente do exame IgG por sorologia, com um prazo máximo de 90 dias; resultado reagente de exame de anticorpos neutralizantes, também com o prazo de 90 dias. Todos os exames devem ser realizados em laboratório. Exames feitos por imunocromatografia, como testes rápidos de farmácia e exames de busca de antígenos não são aceitos.

Texto: Ney Anderson

Outras Notícias

  • Fernando de Noronha 2013© - Todos os Direitos Reservados