Fernando de Noronha

Noronha na Mídia

02/02/2018 - blog Viver Noronha - Fernando de Noronha vai ter aplicativo com informações para os visitantes

bandeiras devem ser instaladas nas praias e os guias devem passar por treinamentos. Essas
ações foram decididas na reunião realizada esta semana no Palácio São Miguel.
A reunião foi convocada pelo administrador da ilha, Plínio Pimentel, e contou com a
participação de representantes do Instituto Chico Mendes da Biodiversidade (ICMBio), Corpo
de Bombeiros, donos de pousadas, empresários do setor de mergulho, Assembleia Popular
Noronhense, Instituto Tubarões de Noronha, entre outros.
Esse foi o segundo encontro para discutir ações de prevenção a incidentes com animais
marinho. A discussão começou depois que um sufista foi mordido por um tubarão na Praia da
Conceição, no último dia 12 de janeiro, mesma data da posse do novo administrador. Por conta
do fato, Plínio Pimentel passou a estudar soluções para problemas desse tipo.
Ocorrências
Nos últimos três anos foram registradas ocorrências envolvendo tubarões e turistas em
Fernando de Noronha. O primeiro caso aconteceu em dezembro de 2015, quando um visitante
foi atacado por um tubarão tigre na Praia do Sueste e perdeu a mão e parte de um braço. Em
dezembro de 2016 um músico pisou em um tubarão na Praia do Leão e levou um corte na
perna. Em janeiro do ano passado uma turista pegou um filhote de tubarão com a mão e levou
uma mordida no dedo (foto abaixo).
Os participantes da reunião chegaram a conclusão que é preciso mais informações para que as
pessoas saibam como se comportar ao encontrar animais marinhos. “É preciso preparar a
comunidade para conviver com a vida selvagem e repassar essas informações para os
visitantes. Entre as minhas sugestões está a implantação de painéis que ajudem as pessoas a
compreender a natureza de Noronha”, sugeriu o pesquisador do Instituto Tubarões, Léo Veras.
A criação de um aplicativo foi uma das novidades apresentadas. “O aplicativo funcionaria como
um diário de bordo. O turista teria que baixar o aplicativo para indicações do que fazer na ilha.
A ideia é que tenha uma plataforma mais divertida para passar as informações”, disse o
representante da Assembleia Popular Noronhese, Caco Valença, que sugeriu o aplicativo.
O ICMBio já tem verba para implantar painéis na área do Parque Nacional Marinho. “Nós
vamos solicitar a empresa concessionária do Parque a confecção dos painéis. Acredito que
deveremos implantar ainda no primeiro semestre do ano. É um painel informativo, não é
alarmista”, informou o chefe do Núcleo Integrado do ICMBio, Felipe Mendonça.
“Nós convergimos para a mesma ideia. Vamos fazer as ações educativas, que devemos
executar com verba do nosso orçamento e com parcerias com a iniciativa privada. Eu acredito
que no caso do aplicativo devemos colocar em prática de forma mais breve e também acho
que será o mais usado”, afirmou o administrador Plínio Pimentel.

Outras Notícias

  • Fernando de Noronha 2013© - Todos os Direitos Reservados