Fernando de Noronha

Acontece em Noronha

25/03/2021 - Noronha tem atendimento ampliado para alunos com necessidades especiais

A Administração de Fernando de Noronha, por meio da Superintendência de Educação e Desporto Comunitário e com o apoio da Secretaria de Educação do estado, ampliou o Atendimento Educacional Especializado (AEE) aos alunos com necessidades especiais. O atendimento agora é realizado em dois turnos (manhã e tarde), em um espaço próprio, dentro da Escola de Referência em Ensino Fundamental e Médio de Fernando de Noronha - EREFN. Antes essa assistência estava disponível em apenas um turno e funcionava no Centro Integrado de Educação Infantil Bem-Me-Quer. O novo espaço, chamado de Sala de Recursos, foi reformado e adaptado para melhor atender aos alunos.

O objetivo do AEE é atender o público-alvo da educação especial, que são crianças, adolescentes e adultos com deficiências (física e intelectual), transtorno do espectro autista, altas habilidades e superdotação. “O AEE é um serviço de apoio à sala de aula comum, para que se ofereça meios que efetivem o real aprendizado dos estudantes. É um trabalho realizado em conjunto, entre profissional especializado e educador, para checar se existem barreiras para a aprendizagem. Trabalhamos com a educação inclusiva e essa ampliação no atendimento vai beneficiar muitos alunos”, disse a Superintendente de Educação de Noronha, Rúbia Uchoa.

Os alunos são atendidos no contraturno das aulas. Atualmente, dez alunos são assistidos pelo AEE e sete estão em investigação. O atendimento acontece duas vezes por semana com duração de uma hora para cada educando. De acordo com o Professor especializado em Educação Especial, Hamilton Júnior, é o profissional da sala de aula comum que vai verificar quais barreiras ocorrem para a aprendizagem e como o profissional especializado pode colaborar para o trabalho na sala. “Trabalhamos com metodologias e estratégias especializadas no desenvolvimento pedagógico dos alunos para inclui-los em sala de aula e eles progredirem nos estudos e na vida”, afirma Hamilton.

Para o aluno ser assistido pelo AEE, é preciso passar por um período de três meses de avaliação e por uma consulta com um neurologista. Após o laudo do médico atestando a dificuldade, o aluno é encaminhado ao atendimento.

Outras Notícias

  • Fernando de Noronha 2013© - Todos os Direitos Reservados