Fernando de Noronha

Acontece em Noronha

01/06/2020 - Vivendo em uma Unidade de Conservação

As Unidades de Conservação são o tema de abertura da Semana do Meio Ambiente realizada pela Administração de Fernando de Noronha e Escola Arquipélago (EREFM). Elas são áreas legalmente delimitadas pelo poder público para garantir a proteção da fauna, flora e ecossistemas. Pela importância ambiental e a biodiversidade, o Arquipélago de Fernando de Noronha é protegido pelas seguintes Unidades de Conservação: a Área de Proteção Ambiental - APA, Rocas, São Pedro e São Paulo (1986) e o Parque Nacional Marinho - PARNAMAR, de 1988, ambos federais, além de uma APA Estadual, instituída em 1989. Juntas, as Unidades de Conservação garantem a proteção de diversos ecossistemas marinhos e costeiros, e inúmeras espécies da fauna e flora terrestre e marinha, no seu ambiente natural.


Além de protegerem a diversidade biológica, algumas categorias de Unidades de Conservação protegem ainda o patrimônio histórico-cultural, as práticas e o modo de vida das populações tradicionais, permitindo o uso sustentável dos recursos naturais. Desse modo, garantem à sociedade a manutenção dos benefícios que as pessoas obtêm da natureza, direta ou indiretamente – serviços ecossistêmicos. Dessa forma, estes instrumentos de gestão ambiental ajudam a manter, por exemplo, a produção de oxigênio pelas plantas, os estoques pesqueiros que nos fornecem alimentos e as belas paisagens exploradas pela atividade turística.


O Administrador do arquipélago, Guilherme Rocha, reforça a importância da proteção à Ilha e das Unidades de Conservação. "As Unidades de Conservação são grandes aliadas para a preservação do Arquipélago. Através delas temos condições de manter os cuidados primordiais. Como Fernando de Noronha dispõe de biodiversidade e beleza paisagística únicas, é essencial que poder público e a sociedade somem esforços para mantê-las para as atuais e futuras gerações".


Para que as Unidades de Conservação de Fernando de Noronha sejam respeitadas é preciso que moradores e visitantes façam sua parte e sigam normas e regras do local, como: não alimentar, matar, capturar, tocar ou nadar intencionalmente com os animais silvestres; não retirar conchas, pedras, corais ou partes de animais ou vegetais de onde estiverem; não jogar resíduos, restos de alimentos ou qualquer outra substância no mar ou sobre o solo ou vegetação; não promover a poluição sonora, conhecer e respeitar os Planos de Manejo das Unidades de Conservação e demais normas ambientais vigentes.

“As criação das Unidades de Conservação é um marco importante nas políticas públicas de proteção ao meio ambiente. A atuação do ICMBio através delas é fiscalizando e realizando pesquisas de valor nacional e internacional. O principal de tudo isso é a comunidade onde as Unidades são incidentes, que é o caso da Ilha, onde os noronhenses já entenderam que cuidar do meio ambiente está intimamente ligado com a qualidade de vida deles e dos visitantes”, disse o chefe do Núcleo de Gestão Integrada, João Rocha.



Para a Superintendente de Meio Ambiente, Daniele Mallmann, é essencial que as pessoas entendam a importância das Unidades de Conservação de Fernando de Noronha. "As normas das Unidades de Conservação são instrumentos fundamentais para que sejam mantidos o equilíbrio ambiental e os serviços prestados pelos ecossistemas e espécies que ali vivem. A conduta de cada um deve ser compatível com a diversidade e fragilidade da Ilha e para isso é fundamental conhecer e respeitar os planos de manejo", disse.


Os especialistas do ICMBio: João Rocha (chefe do Núcleo de Gestão Integrada); Marco Aurélio, José Martins e Ricardo Araújo (analistas ambientais); e Lucas Pena (pesquisador) falam por meio de vídeos sobre a importância da proteção legal e do trabalho do Instituto Chico Mendes da Conservação da Biodiversidade – ICMBio, para o Arquipélago.

A Semana do Meio Ambiente segue até o dia 05 de junho. Todos os dias, a partir das 9h, serão publicados textos e vídeos sobre temas específicos. Amanhã (2), o tema abordado será A Importância da Fauna e Flora de Fernando de Noronha.


VEJA O VÍDEO, CLIQUE AQUI.

Outras Notícias

  • Fernando de Noronha 2013© - Todos os Direitos Reservados