Fernando de Noronha

Acontece em Noronha

11/05/2020 - Administração de Noronha lança cartilha com medidas para prevenção da Covid-19 na ilha

Com o fim da quarentena de vinte dias, encerrada ontem, e depois de ter zerado os casos de coronavírus na ilha, Fernando de Noronha flexibiliza as restrições a partir desta segunda-feira (11), mas continua estimulando o isolamento social para que novos casos da Covid-19 não surjam no arquipélago. Por conta disso, foi lançada uma cartilha com orientações para a prevenção da doença na ilha, que foi encaminhada por SMS e pelas redes sociais para todos moradores da ilha.

“As nossas recomendações continuam, pedindo para as pessoas ficarem em casa. A gente venceu a primeira batalha, mas todo o cuidado é pouco para que a gente não tenha que começar do zero todo o trabalho que foi feito durante esses dias. A cartilha é justamente para as pessoas poderem entender como se deve proceder durante esses dias de combate e prevenção à Covid-19. Apesar da gente ter zerado os casos na ilha, é sempre importante manter todo o cuidado, responsabilidade e cautela para não sofrermos uma segunda onda do coronavírus na ilha”, diz Guilherme Rocha, administrador de Fernando de Noronha.

A cartilha preparada pela Administração, recomenda desde ações mais simples, como lavar as mãos sempre com água e sabão ou álcool em gel 70%, usar máscara, que pode ser de tecido ou descartável, cobrindo nariz e boca, e fazer corretamente o descarte, caso não seja reutilizável. Passando por orientações do que se deve fazer quando estiver fora de casa, em ambientes públicos, como bancos, casas lotéricas, supermercados, principalmente indicando o distanciamento social, como recomendado pelas autoridades de saúde.

A cartilha orienta ainda sobre a higienização de objetos pessoais no retorno à residência e alerta sobre evitar hábitos corriqueiros, mas que podem ser responsáveis pela disseminação do coronavírus, como abraçar, beijar, apertar as mãos de outras pessoas e compartilhar talheres, copos, toalhas e visitar parentes e amigos.

Os noronhenses vão poder fazer atividades físicas individuais, ou com outra pessoa, desde que ela more na mesma residência, mas apenas uma vez por dia, no horário das 5h às 22h, mantendo a distância de dois metros de outras pessoas para evitar aglomerações. Quem estiver com tosse, febre e dificuldades para respirar, não pode praticar atividades físicas e deve procurar atendimento médico. É importante frisar que as praias permanecem fechadas.

A prática da pesca continua como no início das restrições, apenas com grupo de três pescadores por embarcação, mantendo a higienização das instalações, das pessoas e dos pescados. Para garantir a segurança sanitária, as autoridades portuárias e de vigilância sanitária irão fiscalizar periodicamente os estabelecimentos. Somente quem estiver autorizado a comprar vai poder ter acesso ao mercado de peixe.

A cartilha traz também uma série de orientações para empresários, comerciantes e trabalhadores. Nos supermercados, farmácias e posto de gasolina, a dica é higienizar constantemente os carrinhos, cestas de compras e locais onde estão dispostos os produtos, que precisam estar acomodados em embalagens específicas para proteger os alimentos. No posto de gasolina está proibida a venda de comidas e bebidas preparadas no local.

A recomendação para estes estabelecimentos é garantir quatro metros de área livre para a circulação de cada pessoa e a demarcação de um metro e meio de distância, no mínimo, entre os clientes nas filas e cadeiras. E importante também criar alguma barreira física de proteção entre cliente e atendente ou manter a distância mínima informada anteriormente.

A orientação para o dia a dia de trabalho nas empresas é organizar os funcionários em pequenas equipes, fazendo rodízio e estimulando o trabalho remoto, além de fornecer todos os produtos de higiene e proteção contra o coronavírus. Só deve ser permitida a entrada no estabelecimento de pessoas utilizando máscaras, sejam trabalhadores, clientes ou colaboradores. Em caso de qualquer sintoma é preciso recomendar ao trabalhador que ele permaneça em casa por até 14 dias.

Texto: Ney Anderson

Outras Notícias

  • Fernando de Noronha 2013© - Todos os Direitos Reservados