Fernando de Noronha

Acontece em Noronha

28/08/2019 - Operação Noronha 2019 é lançada pela administração da ilha

Em uma entrevista coletiva para a imprensa da ilha, no Palácio de São Miguel, o administrador Guilherme Rocha, recebeu o secretário-executivo de Defesa Social, Humberto Freire, e representantes do judiciário e da segurança pública para o lançamento da Operação Noronha 2019, que tem por objetivo a fiscalização em estabelecimentos comerciais, veículos e combate a crimes.

A operação conjunta neste formato acontece desde 2017 e vem dando bons resultados. No ano passado, por exemplo, apenas um estabelecimento comercial de Noronha foi interditado. Já em 2017 foram quatro. A intenção da Secretária de Defesa Social é que neste ano, com a antecipação das fiscalizações, nenhum estabelecimento sofra interdição.

“Nós pretendemos fazer uma primeira fase ainda no mês de setembro, exatamente para permitir um tempo maior para a regularização do que foi encontrado de inconsistências ou de problemas nos estabelecimentos e veículos. Então, também uma equipe do Detran e da Polícia Científica para a regularização dos veículos que estiverem com algum tipo de problema, enfim, tudo o que for encontrado. A gente vai fazer as fiscalizações com tempo para que as pessoas busquem as regularizações para que na segunda fase não gere interdições, apreensões e multas”, disse Humberto Freire, secretário-executivo de Defesa Social de Pernambuco.

Guilherme Rocha ressaltou a importância da atenção do governo de Pernambuco com a segurança de ilhéus e vistantes. “A população pede que o estado esteja cada vez mais presente. Não só a administração, como o Governo do Estado como um todo. Isso vem sendo praticado ao longo dos anos, principalmente na gestão do governador Paulo Câmara. Onde a gente começa a enxergar operações como essa, que envolve vários setores da Secretaria de Defesa Social. Isso vai mostrando que o estado cada vez mais vai se planejando, aparecendo para a população, usando do seu poder fiscalizador para garantir os direitos de todos que estão na ilha. Não só os moradores, mas também os turistas”.

A operação envolve o Ministério Público de Pernambuco (MPPE), Detran, Polícia federal, Polícia Militar, Corpo de Bombeiros, órgãos de inteligência, Polícia Científica e ainda a Secretaria de Saúde do Estado. “Será destinado uma equipe do programa Bar Seguro que irá o compor o grupamento de Fernando de Noronha e que visitará os principais pontos comerciais e turísticos da ilha. Visando a regularização quanto às necessidades básicas segurança daqueles que frequentam o ambiente. Caso necessário, iremos aplicar notificações, com o objetivo de regularização dos estabelecimentos”, disse Carlos Araújo, comandante do Corpo de Bombeiros em Fernando de Noronha.

O promotor Fábio Falcão, do Ministério Público de Pernambuco em Noronha, que já ampliou o expediente na ilha, confirmou que também vai atuar em plantão nas festas de fim de ano. “Com relação a presença do Ministério Público, tenho procurado estar presente nas festividades. Assim foi na barqueata, no réveillon do ano passado, mesmo sem ser o promotor de Noronha. Estive no aniversário da ilha. Estarei com certeza no réveillon deste ano”.

As ações da Operação Noronha 2019, que têm início já no mês de setembro, serão divididas em duas fases. A primeira terá foco na prevenção. Com um trabalho de orientação aos proprietários de veículos, estabelecimentos comerciais e demais moradias, a expectativa é realizar ações educativas no sentido de regularizar possíveis desconformidades em automóveis e no uso de estabelecimentos na Ilha. Ainda serão desenvolvidos palestras e eventos para prevenir acidentes que possam causar afogamento, incêndio, quedas de motos, ataques de animais e outros sinistros comuns nesta época do ano, que é de grande fluxo em Noronha.

Na segunda fase, entra em ação o trabalho de fiscalização. Dessa forma, as forças de segurança pública no Arquipélago serão reforçadas com o intuito de coibir os delitos de trânsito, tráfico de drogas, porte ilegal de arma, perturbação do sossego, crimes violentos contra o patrimônio e contra a vida, entre outros.

Texto: Assessoria de Imprensa

Outras Notícias

  • Fernando de Noronha 2013© - Todos os Direitos Reservados