Fernando de Noronha

Acontece em Noronha

26/06/2018 - Ciclo junino em Fernando de Noronha tem ampla programação

O ciclo junino foi bastante festeja na Ilha de Fernando de Noronha. O arrasta pé com grupos de forrozeiros foi acompanhado por apresentações de quadrilha e muita, muita animação. Alunos da rede escolar, servidores, grupo de terceira idade e a população em geral foram os embaixadores do Santo mais festejado no Nordeste.

O ponta pé inicial foi dado pelos alunos do Centro Integrado de Educação Infantil Bem-Me-Quer (Ciei Bem-Me-Quer), na tarde da sexta-feira, 15/06. Quadrilhas, brincadeiras juninas, sanfoneiros, coroação do rei e da rainha do milho, comidas de milho, além de outras guloseimas típicas de festas infantis marcaram o arrasta pé da gurizada, com idades de zero a seis anos. Os cantores Daniel Ribeiro e Joelson Gomes, além de uma palhinha do professor Elton Felipe e Anderson Yuri animaram à tarde.

Apesar da pouca idade, ninguém ficou de fora: alunos do berçário, maternal e jardim, guardada as devidas proporções da idade, se apresentaram no pátio da escola. Os pais e familiares orgulhosos das performances dos pequenos registravam tudo. “Adorei, e como sempre a escolinha Bem-Me-Quer é super organizada, os gestores e toda equipe se movimentam para fazer um bom evento, as comidas todas adaptadas para as crianças. Eles pensam em um todo, não só o público de fora, mas também dos alunos, sempre se empenham para fazer um bom evento”, disse Ione Leão.

Como o tema que será trabalhado durante todo esse ano no Ciei Bem-Me-Quer será “O Mundo Encantado da Música”, as apresentações dos alunos foram baseadas no tema de cada turma.

Para os pequenos do berçário o tema foi a bossa nove em ritmo de forró, cada bebezinho “tocava” um instrumento, no caso um tamborzinho ao ritmo da música “Pipoca”. Já o Maternalzinho e o Maternal, o ritmo foi MPB e Forró Raiz, ao som de “O sanfoneiro só tocava isso” e “Rancheira”, respectivamente. Jardim I (samba em ritmo de forró) e Jardim 2(música sertaneja. O grande momento da festa foi a quadrilha, formada pelos alunos do Jardim III, o tema foi o frevo, e a gurizada se apresentou com um pout pourri de Chiclete com Banana, tudo claro, sem perder o ritmo da festa: o forró.

Idosos- Na tarde da sexta-feira, também foi a vez dos integrantes do grupo da terceira idade “Ô vida boa” entrar no arrasta pé. O I “Arraiá” da Boa Idade: Nunca é tarde para ser saudável, reuniu idosos e familiares na quadra da Escola Arquipélago. A festança foi animada pelo cantor Felipe França e contou com uma farta mesa de comidas regionais, além de brincadeiras e distribuição de brindes. O Arraiá foi promovido pela Superintendência de Saúde, por meio do Núcleo Ampliado de Saúde da Família.

Vestida a caráter com vestido colorido de babados, chapéu de palha e maquiagem própria para o período junino, a costureira Terezinha Lucas da Costa, 70, foi premiada no concurso de caracterização junina. “Estou feliz, dancei, brinquei, provei as comidas e agora fui premiada”, declarou.

A professora Luísa Valença destaca a necessidade de eventos voltados para o público da terceira idade. “Esses encontros são muito importantes porque promove a interação e valorização da pessoa idosa. É preciso que haja mais momentos como o de hoje”. O grupo Ô vida Boa oi criado há 17 anos e reúne um total de 42 associados.

Administração- Os servidores públicos estaduais que moram na Ilha de Fernando de Fernando de Noronha não ficaram de fora da festança A festa foi organizada pela Administração da Ilha com o objetivo de promover a integração entre os servidores dos diversos setores, já que a maioria é do continente e estão longe dos familiares. O arrasta pé foi animado pelo cantor Arandi Cortez, na noite da quarta-feira, 20, no Restaurante Varanda. A festança contou com comidas regionais, animação e muito forró.

Erem Arquipélago- Com o tema “No Galope do Recife Assombrado”, os alunos da Escola Arquipélago festejaram o São João na tarde do sábado (23). A quadra da escola se transformou num grande arraiá onde não faltaram trios de forró, barracas de comidas típicas, sorteios de brindes e coroação de reis e rainhas do milho, além de diversas brincadeiras juninas, como pescaria, boca do balão, entre outras.

A programação escolar iniciou com as apresentações juninas das turmas do fundamental. O ponto alto da festa foi a apresentação da quadrilha “Zé Matuto”, composta por 27 integrantes. Este ano, o grupo apresentou o tema “As assombrações do Recife”, o enredo conta as lendas do Recife assombrado, como a perna cabeluda, a emparedada da rua Nova, entre outras.

Texto: Josie Marja

Outras Notícias

  • Fernando de Noronha 2013© - Todos os Direitos Reservados